AMOR PRÓPRIO E AUTOESTIMA: COMO DESENVOLVER?

“Autoestima é entender finalmente quem é a pessoa mais importante de sua vida; e essa pessoa é você!”

Suryavan Solar, fundador da Organização Internacional Condor Blanco e autor do livro Autoliderança, afirma que a Autoestima é a Energia que lhe faz se valorizar, valorizar seu potencial, querer-se em todo momento e lugar e amar-se. Assim, deixa de se enfocar no negativo dos demais e de si mesmo.

A Autoestima é conquistar a enorme satisfação de valorizar-se, estimar-se, aceitar-se e confiar em si mesmo. O sinal de que temos Autoestima aparece quando já nada nem ninguém nos incomoda com sua atitude. Então somos inofendíveis…

E como podemos desenvolver a autoestima?

Segundo Louise Hay, escritora norte-americana e autora do livro “Você Pode Curar Sua Vida”, o relacionamento mais duradouro que teremos é o relacionamento com nós mesmos. Todos os outros relacionamentos vêm e vão. Mesmo os casamentos que duram “até que a morte os separe” acabam um dia. A única pessoa com quem estou para sempre sou eu mesmo. O relacionamento conosco é eterno.

E como é esse relacionamento?

  • Acordo de manhã e fico contente por me encontrar?
  • Gosto de estar comigo?
  • Gosto de meus pensamentos?
  • Divirto-me em minha companhia?
  • Amo meu corpo?
  • Estou contente por ser eu?

O primeiro relacionamento que devemos melhorar é o que temos com nós mesmos. Uma pessoa que se relaciona bem consigo é feliz e tem magnetismo pessoal, ou seja, é muita atrativa. Quem ama a si mesmo entra em sintonia com o universo no que ele tem de melhor, e tudo flui em sua vida.

Louise Hay, que escreveu também o livro “Aprendendo a gostar de si mesmo”, exemplifica como desenvolver o autocuidado, assim como cuidamos de um filho querido.

Como é que amamos um filho querido para que ele cresça e se desenvolva dentro de suas características próprias?

É procurando conhecê-lo tal como ele é, e não como gostaríamos que ele fosse. É acolhendo suas necessidades e estimulando suas capacidades. É ajudando-o a superar suas dificuldades e colocando limites para que ele se dê conta dos direitos dos outros. É tendo para ele um olhar de amor que reconhece, respeita, valoriza, levando-o a descobrir a pessoa única e especial que ele é. Levando-o a amar a si mesmo.

Por que então não fazemos o mesmo conosco?

Somos adultos, está na hora de cuidarmos de nós como o faríamos com um filho querido. Está na hora de aprender a amar a nós mesmos.

Louise Hay ensina sobre o poder das afirmações positivas e como elas podem modificar nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos, ou seja, elas têm o poder de mudar a nossa realidade.

Abaixo seguem alguns exemplos de decretos e afirmações positivas para aprender a se amar. O ideal é repetir essas afirmações diariamente, olhando-se no espelho, e, com o tempo, você vai desenvolvendo esse amor-próprio.

Eu te amo, eu te amo de verdade!

O que eu posso fazer hoje para tornar você feliz?

Eu te amo de qualquer jeito!

Eu te perdoo por ter se prendido a esses padrões negativos por tanto tempo. Eu te perdoo por não se amar… Eu te perdoo por qualquer coisa. Eu estou perdoado! Eu perdoo você e estou perdoado.

Eu quero aprender a me amar!

Eu quero me amar, quero fazer a minha vida mudar!

O livro “As Regras Espirituais do Relacionamento” do renomado estudioso da Kabbalah, Yehuda Berg, cita um outro exemplo prático em relação ao que nos deixa feliz e como exercitarmos esse autocuidado para nos gerar prazer em nosso dia-a-dia. É uma forma de revelar luz e nos tornarmos seres cada vez mais magnéticos.

Um Exercício: O Que Faz Você Feliz?

Pare um instante e pense nas atividades de que você realmente gosta. Dançar, jogar bola, artes, fazer artesanato, cozinhar? O que lhe traz alegria? Ler, passear com seu cachorro ou fazer trabalho voluntário? Pegue um papel e tome nota de qualquer coisa que venha à sua mente. Quando foi a última vez que teve o prazer de fazer o que gosta? Quais são algumas das coisas que você poderia fazer por si mesmo e que o fariam se sentir muitíssimo bem com relação a quem você é?

Seja o que for que você goste de fazer, faça-o esta semana. Não; o prazo de uma semana é muito longo. Faça-o ainda hoje, e não apenas hoje. Não pare de fazer o que gosta. Essa é sua forma de revelar Luz.

“Quando aparecem as Flores do Amor Próprio, essa é uma Nova Energia que lhe permite se amar e se aceitar mais e mais, e com esta energia aparece Nutrientes Adicionais da Terra e do Céu que chegam para apoiar o mais importante em sua existência: A Liderança de sua vida.”

– Suryavan Solar

Repita a seguinte Afirmação de apoio:

Eu ……………. Amo minha vida, Amo meu Ser,
Amo tudo de mim, e esse Amor desperta minha Liberdade

Referências bibliográficas:

  • Autoliderança – Suryavan Solar
  • Autoliderança – Suryavan Solar
  • As Regras Espirituais do Relacionamento – Yehuda Berg
  • Aprendendo a gostar de si mesmo – Louise Hay
  • Você Pode Curar Sua Vida – Louise Hay

Categorias: